Chicago – Parte 1/2

Rafael e eu fomos para Chicago na quarta-feira passada durante o spring break. O spring break é o período de uma semana que as escolas, faculdades e universidade americanas dão de férias no início da primavera. Ficamos cinco dias aproveitando a cidade e na segunda-feira já estávamos de volta. Desde que chegamos aqui, nós viajamos muito pouco pelos Estados Unidos (não saímos da Califórnia, nem visitamos outra cidade grande). Tivemos a oportunidade de visitar a Europa no ano passado, voltamos ao Brasil sempre que possível, mas quase nunca tiramos nossos pés de São Francisco para conhecer outros lugares do país.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A gente decidiu que iríamos para Chicago porque queríamos ir para uma cidade culturalmente ativa, inovadora e linda <3. Quando você anda por Chicago, você esbarra em esculturas de Picasso, Miró, Calder e Chagall. Você esbarra em prédios monumentais, você vê o lago Michigan que é tão grande que parece não ter final, você vê os bares cheio de jazz e blues, você vê o teatro com o nome Chicago que faz os seus olhinhos brilharem e por último vê aquela esquisitice de cidade grande.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

No primeiro dia, nós descansamos, comemos, cochilamos e só andamos pela cidade à noite. A gente ia fotografando, conversando e observando aquela cidade diferente <3. Sempre que viajamos queremos conhecer tudo, olhar cada detalhe para não esquecer… Acontece que não dá, às vezes é preciso andar lentamente. Naquela noite, nós dois andamos pela cidade como dois velhinhos. Pecorremos o Magnificent mile atentos e vagarosos. Vimos vários prédios históricos e várias cenas incríveis no meio do caminho

OLYMPUS DIGITAL CAMERAOLYMPUS DIGITAL CAMERA

No segundo dia fomos para o Field museum (Museu de história natural), o  Shedd Aquarium ( um aquário)  e o Adler Planetarium. As três atrações ficam bem próximas uma da outra. Só entramos no aquário porque o ingresso vinha no City Pass (um talão de ingresso pré-pago com as principais atrações da cidade) que compramos e também porque nós estávamos com frio na hora. Nós não gostamos de aquários, por isso acho que nem passamos 20 minutos lá. O Field Museum foi a melhor atração do dia, pois o museu é super organizado e interessante. Dá para aprender muita coisa sobre ciência, arqueologia e história. Eu gosto de ir para esse tipo de museu com Rafael porque ele sempre adiciona fatos interessantes e fica mais divertido.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Quando saímos do Field Museum, o clima estava agradável. Nós sentamos na grama, andamos pela região do lago, trememos de frio por causa do vento, entramos no planetário para aprender mais sobre o universo. O planetário foi perfeito. Assistimos dois shows. Eu preciso ler mais sobre o universo, eu sei muito pouco sobre a nossa galáxia, outros planetas, buracos negros, etc. Vocês gostam de cosmologia? Tem algum livro para recomendar?

2016-03-31_18-32-39

Por último, nós ficamos na beira do lago esperando o sol se pôr. Enquanto Rafael fotografava a vista da cidade, eu tentava tirar uma  foto dele <3. Pena que não levei o meu material de desenho, pois ficamos duas horas sentados na beira do lago.

Espero que gostem das fotos. Sigam a gente no Instagram ( https://www.instagram.com/rmbarreto/ e https://www.instagram.com/lavemopato/) para ver mais fotos e desenhos. Falarei um pouco mais sobre a viagem no post Chicago 2/2. Se quiserem saber algo  mais sobre o primeiro e o segundo dia, deixem nos comentários!  E deixem aqui também como foi o final de semana de vocês!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Baker Beach – Turistando na Califórnia 13/40

Tem quinze dias que eu não posto nada! A situação do Brasil me deixou triste, muita coisa fora da ordem :(. Andei meio tensa e procurei rever conceitos de Direito, opiniões, fontes etc. O fato é que achei que não devia escrever sobre o meu lazer ou arte ou minhas percepções da vida. Achei que deveria apenas tentar entender o momento histórico e estudar para as matérias da faculdade porque a vida não para. A tensão das provas misturada com a situação do nosso país me deixou super estressada. Aí, no sábado passado resolvemos ir para a praia! Rafael e eu queríamos relaxar um pouco. E turistar é também relaxar em lugares novos. Eu não conhecia a Baker Beach, então Rafael resolveu me apresentar :). A praia fica aqui em San Francisco mesmo e você pode ver a golden gate de outro ângulo <3.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Caminhar pela beira do mar acalma as suas ânsias e te deixa leve. O barulho do mar navegando pelos nossos ouvidos tem efeito tranquilizante e encantador. Depois de caminhar, Rafael se jogou na fotografia. Eu tirei o livro da mochila para me distrair enquanto ele ficava concentrado nas fotos. Ah, o livro que estou lendo na foto é um romance sobre a história das cores muito interessante. A gente vê o passado como algo preto em branco, mas o passado tinha as suas cores ❤ E havia uma luta constante para conseguir certas cores. Algumas tintas surgiram de insetos amassados, urina, pedras, ossos, flores amassadas etc. Tudo era meio primitivo. 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Enquanto estava na praia aproveitei para refletir, conversar com Rafael e ver as pessoas pulando naquele mar congelante. Na conversa com Rafael mencionei que a cor da ponte (Golden Gate) era laranja internacional. Ele achava que a ponte era vermelha. E você? A cor está mais para laranja ou vermelho? A Golden Gaten é dessa cor porque quiseram enfatizar  a ponte como uma característica importante da paisagem e também para aumentar a visibilidade, já que São Francisco é The Fog City (Cidade da névoa). E como laranja e azul são complementares, criando assim mais contraste entre a ponte e o azul do céu e do mar!! 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Se um dia você passar por aqui, não deixe de ir para esses cantinhos mais natureza de São Francisco. Quando assisti o filme Divertida Mente ri muito na parte quando a garotinha disse que em São Francisco as pessoas conseguem estragar até a pizza colocando brócolis nela. São Francisco tem uma cultura verde muito forte, as pessoas adoram andar de bike, fazer trilha, fazer piquenique na praia ou no parque etc. 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Espero que gostem das fotos assim como eu :). Desculpem a demora para postar. As coisas vão se regularizar aqui no blog!! Tenham uma ótima páscoa!!! 

 

Hayes Valley – Turistando na Califórnia 11/40

Antigamente, eu escrevia um pouco sobre os passeios que fazia aqui pela Califórnia. Como estava dando muito trabalho, acabei parando no começo. Aí, resolvi focar mais nos desenhos e deixar os passeios para mais tarde. Ontem, eu estava revendo as fotos que Rafael tirou do passeio de domingo e deu uma vontade de compartilhar com vocês <3.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

No domingo passado resolvemos sair para o Hayes Valley (um bairro moderno e cheio de delícias bem no centro de São Francisco) para comer, sentar num café, tomar sorvete feito na hora num dia frio, desenhar e fotografar um pouquinho. As fotografias ficaram lindas e delicadas, já os meus desenhos ficaram bem mais ou menos. Eu ainda sofro para desenhar :P. Por isso, estou pegando as aulas de desenho intermediário! 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Nós almoçamos no Absinthe, depois nós fomos tomar um café no Christopher Elbow. Enquanto Rafael lia um livro, eu desenhava meu café que ficou super frio, pois eu demorei um século para pegar os detalhes! Depois nós resolvemos andar pela Octavia Street (uma rua cheia de lojinhas, bares e comidinhas). No meio do caminho comprei macarons na Chantal Guillon (os macarons mais perfeitos que há na terra ❤ ) para levar para casa. Aí fomos andando e conversando até a sorveteria Smitten Ice cream para ver se a fila estava grande. Nunca tínhamos experimentado esse sorvete por medo da fila, mas no domingo passado estava pequena (o dia estava frio 😛 ).  Adoramos a sorveteira, o sorvete é feito na hora com nitrogênio líquido, é bem legal ver o processo e o sorvete é delicioso!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Deu para notar que o nosso domingo foi cheio de guloseimas, mas é isso que é o Hayes Valley (o paraíso das comidinhas). Andar, entrar numa lojinha sem comprar nada, ler um livro, comer, desenhar, tomar sorvete numa praça, etc é bem Hayes Valley. Espero que tenham gostado! Se um dia pularem aqui em São Francisco, além de me chamarem para conversar e tomar um café, espero que vocês possam aproveitar as dicas! 

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA