Amor e desenho

Hoje Rafael viajou a trabalho. É o primeiro dia que eu passo sozinha e nem posso dar uma passada na casa de mainha 😦 . Aracaju fica tão longe. Aracaju deveria caber no bolso para eu poder levá-la a qualquer lugar. O importante é que eu sei que os nossos amores habitam dentro do nosso coração ❤ , aí fico tranquila. Sinto o amor dos nossos familiares chegando pelo ar e com muito samba e emoção… desenho nós dois andando perto da Golden Gate Bridge. Tudo será colorido, nossa margarida irá nascer, nós vamos sentar no quintal e em março dançaremos juntos. Depois haverá novas despedidas e novos encontros, mas tudo permanecerá colorido. Nunca mais abandonarei a aquarela! Quando eu estiver sentindo falta das margaridas, desenharei uma margarida perto de mim!

Espero que gostem da ilustração! Eu sempre tenho medo de colorir, por isso vou tirando várias fotos do processo 😛 . A camisa do pequeno príncipe era para ser branca, mas como ainda não sei aquarelar direito… acabei tendo que fazer algumas alterações.

2014-10-17_23-24-42 2014-10-18_00-14-462014-10-18_08-50-48

Amor e café

Quando mergulho numa xícara de café percebo que há muito sentimento. Há muito sentimento dentro de uma xícara cheia de café, repito! Todos os dias tomo café com a minha mãe ♥♥♥♥. Todos os dias mergulhamos nos nossos sentimentos para construirmos uma grande amizade. Estou indo embora para San Francisco, mas nossa Pasárgada será sempre uma mesa com duas xícaras de café. O amor habita no café coado… E onde houver café coado… haverá a minha mãe ♥♥♥♥.

DSC06458DSC06464 DSC06465

Meninas e meninos

Enquanto corto cebolas, descubro que meninas são poesias. Dos olhos surgem lágrimas de dor e amor. Lágrimas com o sal de Portugal. 😉 Lágrimas que temperam a comida e a vida. Enquanto corto morangos, descubro que meninas são doces e azedas. Das línguas surgem palavras bonitas, beijos doces e asperezas. Peso e leveza, depressão e ação, carinho e agressão. Enquanto cortam o meu salário, descubro que meninas são guerreiras. Do corpo surgem os vômitos, os arrotos, as delicadezas, as perfeições e imperfeições.

Enquanto ele corta cebolas, descubro que meninos são poesias. Choram e amam. Dos olhos surgem lágrimas de ardor, humor, amor e terror. Enquanto ele corta morangos, descubro que meninos são doces e azedos. Da língua surge o belo e o feio. O vermelho amargo e o vermelho tentação. Peso e leveza,  insustentável e  sustentável, ânimo e tédio, carinho e agressão. Enquanto cortam o salário dele, descubro que meninos são guerreiros. Do corpo surgem os cuspes, os roncos, as surpresas, as perfeições e imperfeições.

Enquanto eu uso saia de gatinho e tiara (Arte-em-casa), ele usa tênis de Calvin & Haroldo (Coloque Artist’s Lair no Etsy).

DSC06454

il_570xN.638739455_4qc8

Dia de chuva

Chuva dá saudades. Tomar chá com ele é uma perfeição, mas ele está tão longe que dói. Meus olhos correm, tentando ler Os miseráveis, mas o frio pede calor, aí desço, procuro você e não te acho. Aí, eu choro como uma miserável! Sem livros, nem consolo, comecei a desenhar… da caneta surgiu algo que lembra nós dois. Olhando para o papel, sorri e depois dormi. 😀OLYMPUS DIGITAL CAMERA DSC06178

Uma amizade e cem cafés

Eu e ele adoramos café. Nós tomávamos café coado em casa, conversando com mainha. Agora ele está longe :(. Portanto, nós bebemos café separados. Um observa o Atlântico e o outro observa o Pacífico. Em San Francisco, descobrimos o Caffe Trieste e ficamos felizes. Lá você pode escutar ópera numa linda jukebox, enquanto come um alfajor e toma um café. Um ano após a descoberta, ele se mudou para San Francisco e eu fiquei Trieste.

Tentando me animar, resolvi testar todos os cafés de Aracaju. 😀 O mais legal é que o povo do trabalho vai me acompanhar nessa jornada. Cansados do café fraco das repartições públicas, nós resolvemos andar pelos cafés de Aracaju. Para selarmos uma amizade forte… é necessário tomar 100 cafés! Assim, criamos o projetin “Uma amizade e cem cafés”.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA